No poema Porta de Vinicius de Moraes, o poeta coloca:

“Eu sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta.”

As portas são o convite dos espaços, permitem a sensação convidativa nos espaços públicos e zelam pela privacidade em outros.

Tão importante para os acessos na arquitetura representam simbolicamente a liberdade.

De materiais e formas diversas estão sempre abertas para algo ou para alguém.

Hoje apresentamos algumas que se mostram nas ruas de Montes Claros.

??????????

100_1487

 

DSC02954

porta1

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s