Curriculum

Rodoviária 142O  Terminal Rodoviário de Montes Claros foi construído na administração de Antônio Rebello e inaugurado no dia  02 de outubro de 1980.  É a mais importante obra da cidade de arquitetura brutalista.
Rodoviária 020Pavilhão aberto com estrutura de concreto aparente formada por pilares e cobertura com pé direito alto numa brincadeira entre cheios e vazios, peso e leveza.

 

Rodoviária 044As formas compactas e pesadas da estrutura contrapõe com os panos de vidro,  o que caracteriza a linguagem  e a harmonia estética da obra.

Rodoviária 092A organização estrutural da planta foi feita usando como base projetual a repetição de malha de pilares e cobertura de laje  com repetição de abóbadas

Rodoviária 086A relação entre a cobertura em abóbada e os paineis de vidro formam uma relação de contraste de peso e leveza que valoriza a estrutura de concreto.

Rodoviária 129O movimento permitido pela forma circular repetida das cobertura e o concreto aparente caracterizam o caráter brutalista da obra quanto à sua imponência e sua materialidade.

Rodoviária 122Os grandes pilares valorizam a  composição do elemento estrutural  dando caráter estético  ao privilegiar a forma do octógono.

Rodoviária 153O ritmo percebido na repetição dos pilares e da cobertura em abóbada enfatizam a percepção dos elementos construtivos.

Rodoviária 157Os detalhes de iluminação que sobrepõe em perfeito encaixe com a estrutura de vigamento mostram a visão concreta e direta do arquiteto na linguagem da sua arquitetura.

* Fotografia da arquiteta Gabrielle Crispim.

2 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s